sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Carteiras



De modo geral quem é investidor de bolsa diz que possui uma carteira de ações. O que é correto, porém, nos bastidores, possuímos diversas carteiras de ações.
Como vimos, as ações podem ser usadas como garantia para diversas operações, então, para que isso efetivamente aconteça, é preciso separar as ações em carteiras específicas e cada uma dessas carteiras possui um código próprio.
Quando alguém compra ações elas vão para a carteira livre, cujo código é 21016. Nessa carteira as ações não estão servindo para cobertura nem para garantia. Estão “livres” para serem vendidas a qualquer momento.
Existem mais de 30 carteiras com funções e códigos diferentes. A maioria para funções tão específicas que nem vale a pena escrever.
Vejamos as carteiras que são as mais usadas pelos investidores pessoa física no dia a dia do mercado.


cod.nomefinalidade
21016 carteira livrecarteira livre
23019garantiasgarantias gerais, para todas as operações que necessitem de garantia. Se as ações não estiverem em carteiras espefícicas estarão nessa carteira de garantias gerais.
27014cobertura de opçõesFunção específica de cobertura de opções, usada para especificar o lançamento coberto de opções, onde uma ação garante a venda de uma opção daquela mesma ação.
21059conta margemações que ficam em garantia dos valores tomados na conta margem do investidor (espécie de “cheque especial”).




É interessante que os investidores conheçam essas carteiras e suas aplicações para solicitar à corretora que proceda a transferência de ações para as devidas carteiras quando fizerem operações que necessitem de garantias. Isso evita que as margens e garantias cobradas sejam exigidas em dinheiro. 
Muitas vezes o investidor fica com saldo negativo em conta em função de uma chamada de margem, tendo diversas ações que serviriam como garantia mas que estão na carteira livre. Essa situação pode ser facilmente evitada se o investidor solicitar com antecedência a transferência das ações para as devidas carteiras de garantia e cobertura.




As ações que forem transferidas para as carteiras de garantia e cobertura permanecem disponíveis, podem ser vendidas a qualquer momento, porém, se a operação que demandou o depósito de garantias ou coberturas (compra a termo, aluguel de ações, venda de opções etc) ainda estiver aberta a CBLC exigirá a reposição das garantias com dinheiro ou outros ativos aceitos.




Na próxima vez que receber o extrato de custódia da CBLC preste atenção, talvez você possua ações em outras carteiras além da livre.

Dúvidas, correções e sugestões deixe um comentário ou escreva para arthurvmoraes@gmail.com

Compartilhe esse post com seus contatos clicando nos botões abaixo!

2 comentários:

  1. Ótimo artigo, meus parabéns!
    Abraço
    []´s
    http://defendaseudinheiro.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...